E! Online US - Top Stories

10 de out de 2011

Um novo despertar

Mel Gibson vive um pai deprimido em *Um novo Despertar, dirigido por Jodie Foster, amiga e colaboradora do ator. A depressão que parece incontornável acaba levando o personagem de Mel Gibson, Walter Black ,para o fundo do poço . Um poço com escala direta para o inferno! Walter mal consegue se levantar da cama para executar tarefas básicas do cotidiano.
Dessa forma, acaba levando com ele um casamento que tinha tudo para dar certo. Então, quando já não havia sequer um fiapo de luz no tunel sombrio e escuro, Walter encontra, por acaso, um fantoche de castor, desses de se colocar na mão.                                       
O castor começa a conversar com Walter, a entender suas limitações e angustias. E é através dele que Walter começa a retomar o casamento e o convívio com os dois filhos. Mas castor, o amigo e conselheiro, o único com acesso à alma sofrida do homem, não dá brechas para que ele consiga se desvencilhar desse apego. Assim, foi preciso tomar atitudes extremas.
Jodie Foster dirige Mel Gibson parecendo deixá-lo à vontade com os próprios fantasmas. Gibson enfrentou problemas sérios na vida pessoal. Vê-lo encenando um homem perdido carregando um fantoche na mão esquerda 24 horas por dia, foi um pouco sufocante. Esse ator já protagonizou cenas de ação de tirar o fôlego com a saudosa série policial Maquina Mortífera.
Na pele do policial Martin Riggs, Gibson vivia também as agruras de um homem desorientado com a falta da esposa. Entretanto, fazia valer cada tiro que dava contra os malfeitores, parecendo viver como se fosse o último dia de sua vida. É uma série memóravel. Mas seus olhos ultra azuis, quase cintilantes, provaram em Um novo despertar que ainda há um resquício de Martin Riggs. Mas ao invés da arma, preferiu um velho fantoche. Tudo bem! É Mel Gibson atuando!


*Filme  lançado em DVD 

Nenhum comentário:

Postar um comentário